22 de outubro de 2011

A turrona

Flagrei, certo dia, esta minúscula mosca de flor (creio), quase imperceptível em meio a flores arbustivas, também muito pequenas. Pedi a ela que continuasse pousada em pose para mim. Ela disse que só o faria se tudo fosse profissional. Era metida! Mas a convenci, por fim, prometendo-lhe plantar algumas flores. Prometi-lhe ainda que só mostraria esta foto, se dissesse que ambos não tivemos tempo de nos ajeitar e que em tudo foi improvisado. Voe, pois, juveníssima amiga turrona, e veja como sou homem de palavra.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
2 Comentários
Comentários

2 comentários:

marcela disse...

Ai! Que lindo!
Qta doçura. Adoro quem em poucas palavras escreve em nossa imaginação um livro inteiro de possibilidades.
Vc é fera LeMarc!
Parabéns!

LeMarc disse...

Oi, querida Marcela!

Obrigado por sua generosidade. Fiz este cantinho pra dividir com todos um pouco de mim, embora eu seja apenas mais um transeunte; e fico muito feliz que as pessoas possam ver aqui algo que achem de algum modo interessante.

Beijo!

LeMarc

Postar um comentário